Informações Úteis

Caixilharia de Alumínio/Acessórios

A principal função de um sistema de caixilharia de alumínio é assegurar o encerramento de um vão de forma eficiente, criar harmonia visual, iluminar e ventilar os edifícios, garantir as condições de segurança e conforto aos seus utilizadores. Esta é constituída por perfis de alumínio e respetivos acessórios. A Nortalu, comercializa uma linha completa de acessórios de elevada qualidade e performance. Os acessórios aconselhados foram desenvolvidos para permitirem o correto funcionamento dos seus sistemas.


Colocação em obra - manutenção e conservação

A caixilharia deve ser colocada sempre que os trabalhos de construção civil estejam terminados para evitar o contacto com materiais corrosivos.
A fixação dos caixilhos deverá ser efetuada com a utilização de parafusos de aço inox e buchas de material não oxidável. Deverá ser assegurada a estanquidade entre as caixilharias e as paredes, com a aplicação de produtos de selagem de comprovada qualidade.
Todo o alumínio deverá ser limpo de forma a manter a sua superfície em bom estado. Para tal bastará um pano macio embebido em água. Em caso de necessidade poder-se-a usar um produto neutro diluído com água de PH entre 5 e 8, numa concentração de aproximadamente 5% do volume. Não devem ser utilizadas escovas, lixas, esfregões ou qualquer tipo de material abrasivo, bem como produtos de limpeza à base de solventes (detergentes, limpa vidros, diluentes, entre outros).


Embalagem e Transporte


Um bom acondicionamento dos perfis é essencial para que no transporte não existam deformações e riscos no material. A embalagem, em muitos casos, é personalizada, de acordo com os requisitos do cliente ou exigências do próprio perfil. Os vários tipos de embalagem vão desde a simples aplicação de papel entre os perfis, proteção com película aderente até à embalagem em paletes de madeira. Após a receção do material pelo cliente, deverá acondicioná-lo em local fechado, onde não exista humidade nem sujidade.


Sistema Construtivo – Caixilharia de alumínio / Vidros


Seleção da Caixilharia
Os nosso objetivo é introduzir no mercado sistemas testados, com garantia de qualidade e segurança reconhecidas pelas diretivas da comunidade europeia. A escolha de um sistema de caixilharia deverá tem em conta alguns aspetos importantes que poderão condicionar essa mesma escolha. Para  garantir uma caracterização dos diferentes sistemas disponíveis, foram definidos três parâmetros:

Permeabilidade ao ar (EN 1026)
É a capacidade que um sistema de caixilharia apresenta, de não deixar passar o ar, quando fechado e submetido a uma diferença de pressão.

Estanquidade à água (EN 1027)
Define a capacidade que um sistema de caixilharia apresenta, quando fechado, de se opor às infiltrações da água.

Resistência às solicitações do vento (EN 12210)
É a característica que nos indica o nível de segurança garantido pelo sistema aos seus utilizadores. O sistema é sujeito a uma série de pressões e depressões para que seja possível medir a deformação dos seus perfis. Nos sistemas de rutura de ponte térmica ainda testamos o seu isolamento acústico e térmico.


Segundo a Normativa Europeia em vigor os sistemas são classificados de acordo com resultados obtidos em bloco de ensaios:

Mínimo Máximo
Permeabilidade ao ar Classe 1 Classe 4
Estanquidade à água Classe 1A Exxxx
Resistência ao vento Classe 1 Exxxx

Isolamento Acústico
Para garantir um bom desempenho, devemos escolher um sistema com boa hermeticidade.

Isolamento Térmico
Se o que procuramos é um bom isolamento térmico, devemos procurar um sistema com rutura de ponte térmica.
A seleção de um caixilho depende, igualmente, da pressão dinâmica do vento atuante sobre o caixilho, do local de implantação e altura do edifício, e da rugosidade aerodinâmica do terreno.

Portugal é assim dividido em duas grandes zonas:
Zona A: Quase todo o território nacional, expecto as regiões que pertencem à zona B;
Zona B: Açores e Madeira e as regiões do continente situadas em zonas com altitudes superiores a 600m e uma faixa costeira com 5Km de largura.

A rugosidade pode ser dividida em três tipos:
Tipo I: Interior das zonas urbanas com edifícios de médio e grande porte;
Tipo II: Periferia das zonas urbanas e zonas rurais;
Tipo III: Zonas próximas a falésias ou vales.

Definidos todos estes parâmetros, é possível calcular a pressão dinâmica do vento atuante sobre os caixilhos.
Após a seleção do sistema de caixilharia devemos ter em conta o vidro a utilizar, já que na maioria dos casos a maior superfície de um vão é vidro.
Existem vários tipos de vidro com diferentes composições que permitem ajustar-se às mais diversas solicitações e otimizar o desempenho da caixilharia. As suas características podem ainda ser melhoradas com a introdução de resinas ou filmes, com características específicas para os seguintes casos:
• Controlo Solar
• Controlo Térmico
• Controlo Acústico
• Segurança
• Energético
• Luminosidade

No atual contexto da legislação sobre energia, a seleção do conjunto caixilharia+vidro assume maior relevância para uma classificação ideal do edifício.

Controlo Solar (Baixo Emissivo)
Para garantir uma maior poupança energética, deve ser reduzida a quantidade de energia que passa através do vidro para o interior da habitação.

Isolamento Acústico
No caso de pretendermos obter um bom isolamento acústico, temos que ter em consideração que, para além da escolha de um vidro com estas características, as lâminas do vidro devem ter espessuras diferentes e quanto maior for esta diferença, melhor isolamento teremos.

Vedantes
A escolha do tipo de vedantes é determinante para a sua durabilidade, permitindo manter as suas principais características ao longo do tempo, sem apresentar sinais de envelhecimento ou deterioração.
Um dos aspetos mais importantes no funcionamento e comportamento das caixilharias está relacionado com as vedações.
A qualidade dos vedantes a utilizar na sua construção torna-se fundamental para garantir uma perfeita estanquidade.

Estanquidade e Drenagem
Para uma boa estanquidade e drenagem das caixilharias é necessário proceder a uma boa selagem de todas as uniões de esquadrias e ligações entre perfis.
Devem-se fazer rasgos de drenagem nos perfis inferiores horizontais, evitando o aparecimento de condensações e pequenas infiltrações no interior dos perfis.
Para evitar o risco de refluxo provocado pelo vento, os rasgos exteriores devem estar protegidos por goteiras que permitam o escoamento da água e impeçam a entrada de vento.

Montagem das caixilharias / vidros
Na montagem da caixilharia é necessário ter sempre em conta que a ligação entre perfis e a união de esquadrias deverão ser executadas com acessórios de qualidade reconhecida e parafusos de aço inox.
As esquadrias e ligações de perfis devem ser corretamente seladas com silicones ou colas apropriadas.
A colocação dos vidros deve estar de acordo com as especificações técnicas indicadas pelo fornecedor do vidro, sempre assentes sobre calços de forma a evitar o contacto direto do vidro com o caixilho e assegurar o correto posicionamento. Deve ser aplicado com vedantes apropriados para uma boa estanquidade.